Categorias
Sem categoria

Saiba mais sobre mídia online e mídia offline

Blog

Saiba mais sobre mídia online e mídia offline

Vivemos em uma era totalmente digital, onde as pessoas passam horas conectadas e encontram tudo que procuram através de um aparelho celular, tablet ou computador, sendo possível fazer praticamente tudo, interagir com pessoas o tempo todo, assistir tutoriais, filmes, séries…, tirar dúvidas, solicitar trajeto para qualquer local e realizar a compra de praticamente tudo através da internet, inclusives compras internacionais. Estamos em um mundo onde os concorrentes estão a apenas um clique um do outro.

Para auxiliar pequenas, médias e grandes empresas a atraírem novos clientes, o trabalho com mídia digital online é muito importante, porém ainda existem algumas empresas que utilizam das mídias offlines para captação de possíveis clientes.

Para quem não sabe, são consideradas mídias offline qualquer publicidade que não faça uso da internet para alcançar possíveis clientes, como por exemplo: panfletos, folders, propagandas em rádio e tv, jornais, revistas, outdoors, eventos, entre outros. Já as mídias onlines são todas aquelas que dependem da internet, são elas: redes sociais (Google, Youtube, Facebook, Instagram, etc.), sites, e-mail marketing, entre outros.

As diferenças entre essas duas opções estão relacionadas a alguns pontos que serão abordados abaixo:

Alcance – Existem no mundo mais de 4 bilhões de pessoas com acesso a internet, isso faz com que as mídias onlines tenham um poder muito maior de alcance, uma vez que a sua “divulgação” poderá estar online 24 horas por dia e pode ser acessada em qualquer lugar do mundo.

Custo – O investimento em mídias onlines é bem menor se comparado às mídias offlines, você consegue administrar como será dimensionado o seu orçamento e pode reajustar sempre que necessário.

Mensurar resultados – Com as ferramentas disponíveis para utilizar nas mídias onlines, é possível ter até 100% de medição das estratégias de marketing digital, como impressões, alcance, engajamento, cliques, contatos, vendas e valor vendido, é possível coletar informações sobre campanhas e analisar se a mesma retornou um bom resultado ou não, isso em tempo real, ficando muito mais fácil para tomada de decisão e alteração das estratégias se necessário.

Segmentação – é possível direcionar para as pessoas certas, no momento certo,  escolhendo-as por grupo de interesse, faixa etária, sexo, localidade e etc, diferente das mídias offlines onde por exemplo, em um anúncio de TV qualquer um poderá assistir sem nenhum tipo de segmentação de público.

Um dos pontos fortes da segmentação de público alvo em campanhas de marketing digital, é que através das mídias online, podemos utilizar a própria base de clientes para criar públicos personalizados e públicos semelhantes, ou seja, podemos reimpactar essas pessoas com campanhas de remarketing e criar públicos que tenham o mesmo perfil dessa lista de remarketing para entregar os anúncios.

Na Black Friday de 2021 foi mais que comprovado pelas empresas o quanto a lista de clientes é valiosa, o faturamento com campanhas de marketing digital de email marketing e remarketing, chegaram a representar mais de 40% do total das vendas .

Ajustes – Mesmo que você tenha alguma campanha em andamento, é possível realizar ajustes de acordo com os resultados que você obter, e assim qualificar ainda mais a sua campanha e fazer com que a mesma chegue no público certo e atinja o resultado desejado. Já nas mídias offlines, é preciso parar uma ação ou esperar o fim dela para que sejam realizadas alterações, materiais impressos que podem ser perdidos, entre outras.

 

Com os pontos citados acima, é notório o quanto a mídia online é mais vantajosa para sua empresa, podendo trazer um retorno mais rápido, alcançar mais pessoas, alcançar as pessoas certas no momento em que estão procurando ou tem interesse em um determinado produto ou serviço e sem falar no custo, que é bem menor e você tem total controle sobre o valor investido. Por isso, não deixe para começar no mundo online amanhã, caso contrário seus concorrentes estarão sempre à sua frente.

Autor: Digi Blue Marketing Digital
Data: 22/03/2022

Gostou do conteúdo?
Lembrando que a Equipe DigiBlue tem conhecimento sobre tudo que citamos e estamos à disposição para te ajudar com o melhor do Marketing Digital te fazendo surfar essa onda!

Ficou com alguma dúvida?
Entre em contato conosco para mais informações.

Leia também:

© Todos os direitos reservados • Digi Blue Marketing Digital | Política de Privacidade.

Categorias
Sem categoria

Você sabe a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico?

Blog

Você sabe a diferença entre tráfego pago e orgânico?

Esta é uma dúvida muito comum entre as pessoas e gestores de empresas que vêm construindo sua presença no mundo digital.

Quando se fala em marketing digital, essas duas opções são apostas importantes para atrair mais visitantes para o seu site ou loja virtual e assim aumentar as chances dos mesmos se tornarem leads e potenciais clientes.

Aqui na Digi Blue, sempre recebemos contatos de clientes que querem iniciar um trabalho mais avançado em tráfego para seus canais e loja online, com o objetivo de aumentar as vendas. No entanto, na maioria das vezes os recursos são escassos e falta conhecimento sobre qual caminho seguir.

Passamos constantemente por mudanças no perfil do consumidor e no mercado em geral. Recentemente por conta da pandemia do COVID-19, tivemos uma mudança e evolução no mercado como um todo, principalmente no Mercado Digital que segundo especialistas, o que levaria anos para acontecer ocorreu em semanas.

Iremos abordar resumidamente detalhes, diferenças, vantagens e canais de divulgação de tráfego pago e tráfego orgânico.

Diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico

Se tratando de tráfego pago, como o próprio nome diz você precisa pagar para o anúncio do seu produto ou serviço chegar até o usuário. Seus anúncios só serão veiculados enquanto ainda houver créditos na campanha, quando parar este investimento em anúncios, eles serão interrompidos automaticamente o seu produto ou serviço deixará de aparecer para os usuários.

Já o tráfego orgânico não depende de créditos para estarem ativos, eles podem ser encontrados continuamente, desde que mantenha seu site otimizado, atualizado, com certificado de segurança e com um trabalho de SEO continuo, para um bom posicionamento nas páginas de buscas.

Vantagens do tráfego pago

Trazem resultados mais rápidos, alcançando as pessoas certas, no momento certo, com a mensagem certa. Você consegue segmentar seu público alvo, atingindo aqueles com maior probabilidade de adquirir seu produto ou serviço. Além de ter total controle sobre o conteúdo que quer mostrar ao seu potencial cliente antes que ele possa interagir com seu site, loja online ou qualquer canal social, você pode fazer campanhas de remarketing, impactando as pessoas que visitaram seu site. Assim você tem mais clareza e precisão sobre as métricas das campanhas e dos resultados alcançados. 

Vantagens do tráfego orgânico

Não há necessidade de custo com campanhas, basicamente você precisa investir em conteúdos relevantes para o seu público-alvo, para melhorar o ranqueamento do seu site, loja online ou qualquer canal social nas páginas de busca.

Canais para se trabalhar o tráfego pago

Os canais mais populares para se trabalhar com tráfego pago são: Google Ads e Facebook Ads. Outras plataformas como Linkedin, Waze, TripAdvisor, Tik Tok… também são utilizadas para campanhas de tráfego pago.

Canais para se trabalhar o tráfego orgânico

Os canais para se trabalhar com tráfego orgânico são: Google Meu Negócio, Site, Blog, Facebook, Instagram, Linkedin, TripAdvisor, Tik Tok…

 Nossa empresa é especializada e focada 100% no marketing digital, fazemos para todos nossos clientes sem exceção, um levantamento de todas as plataformas que a empresa possui presença online, e realizamos uma otimização orgânica antes de iniciar qualquer trabalho de tráfego pago.

O tráfego pago e o tráfego orgânico se complementam, uma presença online otimizada, devidamente configurada e com conteúdos relevantes, aumentam o engajamento e consequentemente as conversões, fazendo com que o tráfego pago tenha melhores resultados com um custo menor.

Assim como uma empresa faz reformas e melhorias em seu local físico, para deixar o ambiente mais agradável possível, o mesmo deve acontecer com a presença online, pois na maioria dos casos, o primeiro contato que seu potencial cliente terá com sua empresa será nos canais online. 

E antes de pensar em uma boa presença online, a empresa precisa estar com toda a operação bem alinhada, desde atendimento inicial, estoque de produtos, logística, qualidade dos produtos ou serviço, o pós venda (um dos que julgamos o mais importante) e qualquer outro que seja relevante para o bom funcionamento de fechamento do ciclo de venda.

Por último, deixamos duas reflexões que sempre falamos e passamos para nossos clientes e parceiros.

“Se o cliente está procurando espinafre de caçarolinha, você não pode direcionar ele para uma página que vende espingarda de caçar rolinha.”

“Não adianta pagar para mostrar que sua empresa é ruim de serviço.”

Autor: Digi Blue Marketing Digital
Data: 24/01/2022

Gostou do conteúdo?
Lembrando que a Equipe DigiBlue tem conhecimento sobre tudo que citamos e estamos à disposição para te ajudar com o melhor do Marketing Digital te fazendo surfar essa onda!

Ficou com alguma dúvida?
Entre em contato conosco para mais informações.

Leia também:

© Todos os direitos reservados • Digi Blue Marketing Digital | Política de Privacidade.